3 de dezembro de 2014

Libertadores: quem são e o que andam fazendo os adversários de Atlético e Cruzeiro


Ontem saíram os primeiros adversários de Atlético e Cruzeiro na Libertadores da América 2015.

O Atlético que busca o bicampeonato, após a conquista de 2013, está no Grupo 1, considerado um dos mais difíceis com Colo Colo do Chile, Atlas do México e um adversário a ser definido que vem da Colômbia: Santa Fe, Independiente Medellin ou Atletico Huila).

Já o Cruzeiro que busca a 3ª taça, depois de 1976 e 1997, está no Grupo 3, ao contrário do Atlético considerado "tecnicamente fácil", com Universitário de Sucre da Bolívia, Mineros de Guayana da Venezuela e um adversário a ser conhecido que sai do confronto "Peru 3" (Alianza Lima ou Melgar) x Huracan da Argentina.

"Grupos da Morte" e "Babas" a parte, afinal analisar grupo é uma tarefa inglória (quem não se lembra da Costa Rica?) vamos a um Raio-X dos últimos resultados e campanhas atuais dos times que Galo e Raposa terão pela frente. Limitamos aos números apenas dos adversários já definidos. Assim que sair a definição dos demais adversários, atualizaremos o post. 


ATLÉTICO - GRUPO 1


COLO COLO (Chile)

Hoje (03/12) é o líder do Campeonato Chileno (18 equipes) com 41 pontos. São 13 vitórias, 2 empates e 1 derrota.

Últimos 5 jogos em casa: 4 vitórias e 1 empate.

30/08 - V - 4 x 0 Antofagasta
28/09 - E - 0 x 0 Nublense
19/10 - V - 2 x 0 La U
09/11 - V - 2 x 1 Audax Italiano
30/11 - V - 4 x 1 Cobreloa

Últimos 5 jogos fora de casa: 5 vitórias

14/09 - V - 1 x 3 Palestino
05/10 - V - 0 x 1 U.Concepcion
26/10 - V - 0 x 2 U.Calera
02/11 - V - 0 x 1 Cobresal
23/11 - V - 0 x 1 Catolica

Artilheiro: Esteban Paredes: 12 gols*
Artilheiro do Campeonato Chileno


Maldonado: AQUELE.
Justo Villar: experiência

Conta com Maldonado (ex-Cruzeiro e Flamengo), Jean Beausejour e Justo Villar da Seleção Chilena.

Formação no último jogo: 
Colo Colo 4 x 1 Cobreloa

Villar, Fierro, Vilches, Julio Barroso, Beausejour; Pavez, Valdés, Vecchio (Baeza), Delgado (Maldonado); Esteban Paredes (Luiz Pavez) e Felipe Flores.
Téc.: Hector Tapia


ATLAS (México)

Terminou na 3ª posição da 1ª fase do Campeonato Mexicano com 31 pontos em 17 jogos, sendo 9 vitórias, 4 empates e 4 derrotas. Eliminado pelo Monterrey nas quartas de final. Venceu o 1° jogo por 1 x 0 fora de casa e perdeu o 2° por 2 x 0 em casa. 

Maikon Leite

Últimos 5 jogos em casa*: 3 vitórias, 1 derrota e 1 empate

20/09 - V - Cruz Azul 2 x 1
30/09 - V - Querétaro 2 x 1
18/10 - D - Toluca 0 x 2
26/10 - V - Puebla 2 x 1
09/11 - E - Tijuana 1 x 1


Últimos 5 jogos fora de casa*: 2 vitórias, 2 derrotas e 1 empate

12/09 - E -  Veracruz 1 x 1
27/09 - D - Monterrey 2 x 1
05/10 - V - Guadalajara 0 x 1
02/11 - D - Leon 4 x 0
22/11 - V - América  1 x 2

*pela 1ª fase do Mexicano

O principal artilheiro foi Alfonso González com 4 gols.
Conta com o brasileiro Maikon Leite, ex-Palmeiras e Náutico.


Alfonso Arturo Gonzalez

Formação no último jogo:
Atlas 0 x 2 Monterrey

Vilar, Perez, Venegas, Erpen e Castillo; Medina, Ramirez, Millar (Barragan) e Gonzalez (Brambilla); Maikon Leite (Esqueda) e Caballero.


CRUZEIRO - GRUPO 3


UNIVERSITÁRIO DE SUCRE (Bolívia)

8° colocado do Campeonato Boliviano (12 equipes), com 25 pontos, sendo 8 vitórias, 1 empate e 10 derrotas.

Últimos 5 jogos em casa: 3 vitórias, 1 empate e 1 derrota

02/10 - V - 1 x 0 Sport Boys
19/10 - E - 0 x 0 Real Potosí
08/11 - V - 1 x 0 San Jose
16/11 - V - 2 x 1 Nacional Potosí
01/12 - D - 0 x 2 Oriente Petrolero

Últimos 5 jogos fora de casa: 4 derrotas e 1 vitória

26/10 - D - Jorge Wilstermann 2 x 1
29/10 - D - San Jose 3 x 1
01/11 - V - Blooming 2 x 1
16/11 - D - Petrolero de Yacuiba 1 x 2
23/11 - D - Bolívar 3 x 1

Principal artilheiro é Mauricio Saucedo: 7 gols
Tem 3 argentinos no time: meias Ezequiel Mosca e Federico Silvestre e o zagueiro Ezequiel Filippetto


Saucedo: a única esperança boliviana

Formação no último jogo: 
Sucre 0 x 2 Oriente Petrolero

Robledo, Loras, Cuellar (Rivero), Filippetto e Suarez (Arabe); Mosca, Bejarano, Flores, Rivera e Saucedo; P.Lopez.


MINEROS DE GUAYANA (Venezuela)

9° colocado no Campeonato Venezuelano (18 equipes) com 25 pontos, sendo 5 vitórias,6 empates e 4 derrotas.

Últimos 5 jogos em casa: 3 vitórias, 1 empate e 1 derrota

28/09 - V - Estudiantes de Mérida 2 x 0
19/10 - V - Deportivo Táchira 2 x 1
29/10 - E - Caracas 0 x 0
02/11 - D - Tucanes 0 x 1
23/11 - V - Carabobo 4 x 1

Últimos 5 jogos fora de casa: 1 vitória, 2 empates e 2 derrotas

24/09 - D - Deportivo Lara 3  x 1 
05/10 - D - Trujillanos 1 x 0 
26/10 - E - Zulia 1 x 1
09/11 - V - Deportivo Anzoategui 2 x 3
30/11 - E - Deportivo Petare 0 x 0

Principal artilheiro: Richard Blanco 6 gols

Ricard Blanco: o matador venezuelano

Conta com o "brasileiro" BREITNER, que já passou por Santos e XV de Piracicaba. Breitner é venezuelano de nascimento, mas tem cidadania brasileira.


Breitner: passagens por Santos e XV de Piracicaba

Formação no último jogo: 
Mineros 0 x 0 Petare

Romo; Vallenilla, Machado, Cichero, Andrés Sampedro; Rafael Acosta (Víctor Díaz), Velázquez, Arnold López, Valoyes (Breitner); Rubén Rojas (Guerra) e Richard Blanco. 
Téc.: Marcos Mathías.


Bom, não é nenhuma análise tática mas já dá pra ter uma luz sobre quem são e o que andam aprontando. Daqui até fevereiro muita coisa vai mudar e a gente vai atualizando aos poucos.

Dá-lhe Libertadores!